Economia no setor público

:: Descrição do Curso

 

JUSTIFICATIVA:

Os cursos de graduação em Economia têm se esvaziado pelo fato de terem sido concebidos de forma excessivamente genérica, de pouca aplicabilidade operacional. Geralmente repassam grandes teorias econômicas ou discutem modelos muito gerais e, assim, deixam de lado as técnicas instrumentais para a tomada de decisões, as quais são constantes e efetivas dentro das organizações públicas. Por outro lado, tem havido, dentro da Economia, novas perspectivas de análise e estudos abrangendo variáveis sociais, que se mostram muito mais reais do que as visões tecnicistas da velha Economia. Este curso, dando oportunidade de formação de pós-graduação para os graduados em Economia, procura dar formação mais operacional, bem como fornecer novas visões da Economia.

 

OBJETIVOS:

Proporcionar aos egressos dos cursos de economia conhecimentos que possam ser efetivamente instrumentais para o exercício da profissão no Setor Público, bem como trazer novas variáveis que a Economia vem absorvendo.

 

PÚBLICO ALVO:

Profissionais que trabalham no setor público (Administração direta ou indireta) com formação em Economia e áreas afins (Administração, Contabilidade, Finanças, além de outras). Também profissionais com essas formações que trabalham em ONGs ou até em empresas que tenham estreito relacionamento com o Setor Público (clientes, fornecedores, terceirizados, parceiros).

 

METODOLOGIA:

O Curso de Pós-Graduação ”lato sensu” em Economia no Setor Público será ministrado de forma presencial, através de aulas expositivas, seminários e formação de grupos de estudos. Será 01 (um) ou 2 (dois) fins de semana por mês, num total de 11 (onze) disciplinas múltiplas de 24 (vinte e quatro) h/a cada, a totalizar. 360 (trezentos e sessenta) h/a, nestas não computado o tempo de estudo individual ou em grupo, sem assistência docente, e o reservado, obrigatoriamente, para elaboração de monografia.

 

TRABALHO MONOGRÁFICO:

Ao final do Curso de Pós-Graduação “Lato Sensu” em Direito Ambiental, os alunos deverão elaborar e apresentar a monografia, individual, requisito para concessão do título.

Para a realização da monografia o aluno elaborará seu projeto, já orientado por um professor, que deverá ser apresentado, com a aprovação do orientador, à Coordenação dos Cursos de Pós-Graduação para homologação.

As monografias deverão à ser entregues à Coordenação dos Cursos de Pós-graduação, para que num prazo máximo de 04 (quatro) meses após a conclusão da orientação monográfica, seja designada data para sua apresentação, conferindo-se o título de Especialista ao participante que obtiver nota mínima igual a 07 (sete).

 

FREQÜÊNCIA E AVALIAÇÃO:

Freqüência mínima obrigatória: 75% (setenta e cinco por cento) das aulas.

Avaliação: grau mínimo de 7,0 (sete) em cada uma das disciplinas do curso, inclusive na monografia.

Aprovação na apresentação da Monografia, cuja nota mínima exigida de 7,0 (sete).

 

DIAS E HORÁRIOS DAS AULAS:

As aulas serão ministradas 01 (uma) ou 2 (duas) vezes por mês conforme a disciplina seja de 24 ou 48h/a,. às sextas, das 18:00 ás 22:30, aos sábados de 08:00 às 12:30; e das 14:00 às 18:30 e aos domingos das 8:00 às 12:30.
As aulas serão ministradas 01 (uma) vez por mês, às sextas-feiras das 18:00 ás 22:30, aos sábados de 08h00 às 12h30 e de 14h00 às 18h30 e aos domingos das 8h00 às 12h30.

 

:: Matriz Curricular

 

Disciplina
Carga Horária

1. Desenvolvimento Econômico e Desenvolvimento Sustentável

24
2. Metodologia da Pesquisa em Economia
24
3. Políticas e Planejamento Integrado no Setor Público
24
4. Instrumentos de Planejamento Público
48
5. Financiamentos do Setor Público
24
6. Custo Benefício no Setor Público
24
7. Métodos Estatísticos Aplicados na Administração Pública
48
8. Processo Decisório de Escolhas Públicas
48
9. Avaliação de Projetos Sociais e 3º. Setor
48
10. Auditoria de Desempenho
24
11. Metodologia do Ensino Superior
24
12. Monografia
*
Total:
360

 

*Carga Horária não incluída no total.

 

:: Ementas das Disciplinas

 

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

(Desenvolvimento econômico e índices de desenvolvimento econômico. O desenvolvimento sustentável e as múltiplas variáveis que envolve. O IDH.)

 

METODOLOGIA DA PESQUISA EM ECONOMIA

A pesquisa na Ciência Econômica. Pesquisa bibliográfica e levantamento de dados. Elaboração de projeto de pesquisa; problemática, referencial teórico e metodologia. Normas de apresentação de trabalho monográfico

 

POLÍTICAS E PLANEJAMENTO INTEGRADO NO SETOR PÚBLICO

(planos dos níveis federal, estadual e municipal, planos da administração direta e das agências)

 

INSTRUMENTOS DE PLANEJAMENTO PÚBLICO

(O PPA, LDO e LOA. Planejamento participativo)

 

FINANCIAMENTOS DO SETOR PÚBLICO

(Recursos de fundos internacionais, nacionais e de entidades privadas internacionais)

 

CUSTO BENEFÍCIO NO SETOR PÚBLICO

Conceitos fundamentais: custo, benefício, relação custo/benefício. Curvas de custo e de renda. Benefícios no Setor Público. Valoração ambiental. Exemplos.

 

MÉTODOS ESTATÍSTICOS APLICADOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Conceitos básicos. A estatística e o planejamento. Variáveis e Indicadores. A importância da representação gráfica de séries estatísticas. A média aritmética e propriedades. A importância das medidas separatrizes na análise descritiva de dados. A importância do desvio padrão para a inferência estatística. A curva normal de probabilidade e sua importância para a inferência estatística. Estudo de populações através de amostras. Estimação de parâmetros populacionais. Regressão linear e o ajustamento de curvas. Curvas que se tornam lineares por transformação (função potência e função exponencial). Índice de inflação. Uso de índices especiais para deflacionamento de séries estatísticas. Estimativa de populações pelo uso da taxa média geométrica de crescimento.

 

PROCESSO DECISÓRIO DE ESCOLHAS PÚBLICAS

(Políticas públicas. Decisões de investimento)

 

AVALIAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS E 3º. SETOR

Terceiro setor: conceito, origem, legislação reguladora das organizações do terceiro setor, tipos de organizações, relação do estado e o terceiro setor. Avaliação de projetos sociais: conceito de projeto social, características e finalidade, roteiros de projetos sociais, fontes financiadoras e análise de projetos.

 

AUDITORIA DE DESEMPENHO

 

METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR

Construção de um curso; as diferentes abordagens sobre a implementação de um trabalho docente. Reflexão sobre os diferentes modos de preparação de uma aula; a utilização de recursos audiovisuais, internet, biblioteca, etc. Possibilidades de construção de ementas, legislação básica para sala de aula (as questões sobre freqüência pauta, etc).

Copyright 2013 - FACAM-MA - Faculdade do Maranhão
Rua 38, Lotes 03 Bequimão - São Luís - MA CEP: 65062-340
Fones: (98) 3227-1238 / 3227-8916