Administração


 

 

 

 

Nome: Adm. Mauro Leray Costa


Formação Acadêmica: MBA em Gestão Empresarial; Pós Graduação em Educação à Distância e Mestrado em Marketing .

 

 

 

 

 

 

 

:: Descrição do Curso

 

AUTORIZAÇÃO CONCEDIDA PELO MEC: Portaria Ministerial n° 2603/24.08.04 DOU 26/08/04.

 

O Brasil vive, neste início do século XXI, um momento deveras desafiante: a tentativa de se colocar em lugar de destaque no cenário mundial. Um enorme mercado, seja ele existente ou apenas potencial, e uma frágil estabilidade financeira não garantem esse lugar. Há muito trabalho por fazer.

 

Nesse momento, é fundamental que se possa contar com administradores, públicos ou de empresas. Embora a palavra possa ser utilizada inúmeras vezes em seu sentido mais amplo - todo aquele que administra algo no fundo é um administrador - nos restringiremos aqui, por questões de precisão, aos bacharéis em Administração, formados no Brasil nos termos da lei que regulamenta esse processo.

 

Tais administradores devem ser capazes de romper com as antigas regras de um país onde concorrência e risco não faziam parte dos negócios. Administradores que possam ter visão para (des) regular com isenção os mercados que se abrem ou que sejam capazes de otimizar ao máximo o capital investido nesses mercados. Desta forma, o efeito multiplicador gerado por esse capital não se perderá nos costumeiros desperdícios - gerados tanto pelo excesso de regras como por métodos de gestão antiquados - que estamos acostumados a ver, na prática ou descritos pela imprensa.

 

Nesse mundo das empresas, o ato de administrar então se reveste de múltiplos desafios. Tendo em mente seu impacto na sociedade e a responsabilidade social dele decorrente, as empresas ainda devem se ocupar da relação com os seus clientes (internos e externos) e posicionar-se frente às variáveis sociais, demográficas e políticas mais diversas, sempre mantendo a viabilidade econômico-financeira do negócio.

 

Dessa forma, a administração assume cada vez mais a proporção de uma tarefa multidisciplinar, na qual têm lugar as mais diferentes formações profissionais.

 

O curso de Administração trabalha, prioritariamente, com a divisão do trabalho e a especialização nas organizações, entendendo a empresa como um sistema formado pela integração de sub-sistemas organizacionais e dos métodos e processos necessários para que tais sub-sistemas funcionem integradamente. Deve ainda propor os principais modelos de gestão que atendam às limitações do contexto no qual está inserido o empreendimento, aos desejos do mercado consumidor, ao sucesso econômico-financeiro do negócio.

 

O Curso visa formar técnicos, executivos e gerentes para organizações públicas e privadas, aí compreendendo pequenas, médias e grandes empresas, sejam industriais, comerciais e/ou de serviços. É organizado de modo a compreender uma parte básica e de formação genérica e outra profissional, que tem a preocupação, tanto de fundamentar os estudos posteriores dos alunos, quanto de atender às necessidades do mercado de trabalho.

 

Conjuga formação teórica e prática da Administração. A intenção é formar administradores com discernimento e competência para assumir cargos de natureza decisória em todos os níveis da organização, aptos a compreender e a atuar em seu meio ambiente de tarefa, conscientes dos valores éticos, morais, ambientais e comprometidos com a responsabilidade social. Nesse sentido, os programas de estágio profissionalizante e de incentivo à realização de trabalhos de final de curso, centrados em questões organizacionais de natureza prática e contextualizada (com ênfase em estudos de caso, projetos de pesquisa e atividades complementares) são importantes instrumentos de formação.

 

Busca e privilegia, de modo inverso, a formação sociológica e histórica, a formação econômica e empreendedora, a solidez teórica, o domínio do instrumental técnico e desenvolvimento da capacidade de aprender a aprender. Forma-se, assim, profissionais cidadãos engajados com a transformação social mediante a participação em ações e projetos que valorizem o desenvolvimento e a dignificação do ser humano.

 

:: Objetivos

 

- Preparar profissionais habilitados a enfrentar o novo contexto organizacional, altamente inovador nos aspectos tecnológicos, estruturais e competitivos.


- Despertar no aluno a consciência da necessidade do aprendizado permanente como forma de agregar valor a sua carreira em um mercado de trabalho globalizado e competitivo.


- Estimular a capacidade empreendedora necessária à auto-suficiência profissional enfatizando atividades que despertem a criatividade, a inovação, a

iniciativa e o senso de oportunidade, bem como a responsabilidade competitiva;


- Sólida formação nas Teorias da Administração;


- Domínio do instrumental quantitativo (Matemática e Estatística) especificamente voltado para a gestão administrativa;


- Capacidade de analisar a realidade brasileira, visando à sua inserção na comunidade e no contexto globalizado;


- O conhecimento do ordenamento jurídico vigente, tanto no nível constitucional, quanto no da legislação ordinária ligado diretamente às empresas;


- Reflexão constante sobre a modernidade, através da inclusão de disciplinas que atendam às características e exigências da realidade e contexto histórico. Estímulo à valorização cultural, ao pensamento crítico voltado para a investigação científica.

 

:: Missão

 

O saber-fazer é a linha mestra que guia o Projeto Pedagógico do Curso de Administração da FACAM. Ela orienta a missão do curso de duas formas, interdependentes e complementares entre si:

 

- A busca da formação acadêmica: Oferecendo ao aluno o referencial teórico necessário para que entenda as forças que influenciam a estratégia das empresas, o comportamento do mercado consumidor, as operações necessárias para o oferecimento de produtos, as formas de viabilização do empreendimento e as pessoas que estarão envolvidas no processo.

 

-A busca da formação atitudinal: Oferecendo oportunidades ao aluno a oportunidade de vivenciar situações reais ou simuladas nas quais tenha que decidir o curso de ação a seguir determinar o público-alvo para seus produtos, constituir a cadeia logística, escolher a estrutura de capital mais eficiente e gerenciar equipes de trabalho.

 

É do conflito entre a teoria e a prática que será forjado o administrador. O conhecimento, como formulação teórica comprovada, não pode assumir caráter de imutabilidade porque depende diretamente da realidade que dele faz parte. Isso faz com que o administrador aplicador de técnicas seja um profissional ingênuo e pouco eficaz quando a realidade muda – e ela sempre muda.

 

Um profissional completo deve entender os pressupostos que embasam a teoria para poder inferir a prática. Dessa forma, o administrador não só deve ser capaz de analisar as variáveis contidas num problema ou desafio, mas deve decidir a ação necessária, considerando os efeitos mais prováveis da decisão e assumindo os riscos dela decorrentes.

 

:: Perfil profissional

 

As características que se seguem identificam, mais detalhadamente, o Perfil Profissiográfico dos Formandos em Administração.

 

a) Formação Técnica Organizacional


Capacidade de compreender e conduzir a organização tendo em vista as perspectivas social, política, econômica, jurídica, cultural e ecológica.


b) Espírito de criatividade e decisão


Capacidade de tomar iniciativa e de decidir.


c) Formação Humanística


Capacidade de avaliar as problemáticas nacional e internacional e a posição das organizações nesse contexto.


d) Habilidades para Comunicação


Capacidade de estabelecer relações inter e intrapessoais no contexto organizacional.


e) Formação Técnica Profissional


Capacidade de utilizar os conhecimentos técnicos na resolução de problemas organizacionais.


f) Formação Interdisciplinar


Capacidade de visualizar a complexidade organizacional, tendo em vista seus vários segmentos internos.


g) Espírito de Colaboração


Capacidade de liderar e de trabalhar em equipe.


h) Espírito de Criatividade


Capacidade de manter-se atualizado e sensível às inovações e mudanças.


i) Comportamento Ético-Profissional


Capacidade de agir fundamentado em valores éticos e morais identificados com a realidade objetiva.

 

:: Sistema de Avaliação

 

O curso é orientado pela percepção da indissociabilidade entre o ser, o pensar e o agir. O ser é a forma como o curso olha para si mesmo, a partir da percepção dos seus principais atores: coordenadores, professores e alunos. O pensar é o plano ideal a ser conquistado, ou seja, é a própria essência do Projeto Pedagógico. O agir é o que pauta a metodologia de trabalho.

 

Dessa forma a avaliação do Curso estará sendo acompanhada por instrumentos e metodologias durante toda a sua execução e por mecanismos que informem o alcance de seus objetivos através da análise das ações de seus egressos.

 

Do Rendimento do processo Ensino-Aprendizagem

 

O aproveitamento escolar é avaliado por disciplina, mediante provas parciais, durante o período letivo, e eventual exame final, expressando-se o resultado, de cada avaliação em notas de 0 (zero) a 10 (dez).

 

A freqüência às aulas e participação nas demais atividades acadêmicas são direitos dos alunos regularmente matriculados, nos termos do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais assinados entre as partes.

 

A freqüência de que trata o caput deste artigo e regulada nos termos da legislação vigente e eventuais normas regimentais.

 

São atividades curriculares as preleções, pesquisas, exercícios, argüições, trabalhos práticos, seminários, excursões, estágios, provas escritase orais, devidamente aprovados pelo Órgão competente.

 

O Professor pode promover trabalhos, exercícios e outras atividades em classe e extra classe, sempre dando conhecimento prévio ao Diretor Geral da FACAM-MA, que podem ser computados nas notas das verificações parciais, nos limites definidos pelo Conselho de Ensino e Pesquisa;

 

Cabe ao docente a atribuição de notas de avaliação e responsabilidade do controle de freqüência dos alunos devendo o Diretor Geral fiscalizar o cumprimento desta obrigação, intervindo em caso de omissão.

 

A cada verificação do aproveitamento da aprendizagem é atribuída uma nota expressa em grau numérico de o (zero) a 10 (dez, com variação de 0,5 (meio) pontos, não se admitindo fracionamento a não ser 0,5 (meio ponto). Não será admitido, em nenhuma hipótese, o arredondamento da média final do semestre.

 

Haverá durante cada semestre letivo, 02 (duas) provas parciais para verificação do aprendizado em cada disciplina;

 

A média parcial do semestre é a média aritmética das 02 (duas) provas parciais;

 

A média final é a média aritmética da média semestral e da nota do exame final;

 

Entende-se por exame final, a prova que será realizada após o término do período letivo, onde será atribuída nota de 0 (zero) a 10 (dez), aos alunos que obtiverem média semestral maior ou igual a 3,0 (três inteiros) e menor que 7,0 (sete inteiros).

 

Atendida, em qualquer caso, a freqüência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) às aulas e demais atividades programadas, o aluno é considerado aprovado.

 

Independente de exame final, quando obtiver média semestral de aproveitamento não inferior a 7,0 (sete inteiros), correspondente a média aritmética das 02 (duas) provas parciais realizadas durante o semestre letivo;

 

Mediante exame final, quando tenha obtido média semestral de aproveitamento inferior a 7,0 (sete) e igual ou superior a 3,0 (três), e obtiver média final não inferior a 5,0 (cinco), correspondente a média aritmética da média semestral da nota do exame final.

 

É considerado reprovado o aluno que:

 

Não obtiver freqüência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e demais atividades programadas, em cada disciplina, qualquer que seja sua média;

 

Obtiver média semestral parcial menor que 3,0 (três), na disciplina;

 

Não obtiver na disciplina, média final igual ou superior a 5,0 (cinco);

 

O aluno reprovado por freqüência, fica impedido de fazer a segunda prova parcial e o exame final da respectiva disciplina.

 

As disciplinas práticas de projetos ou de caráter experimental, terão sua forma de avaliação definida pelo Conselho de Ensino e Pesquisa.

 

Poderá ser concedida uma única 2ª. chamada de cada disciplina para quaisquer das provas parciais ou exame final, desde que o aluno requeira, no prazo de 2 (dois) dias letivos após a realização da respectiva prova em 1º. chamada, cabendo a decisão ao Diretor.

 

É atribuída nota 0 (zero) ao aluno que utilizar meios elícitos ou não autorizados pelo professor, quando das provas, exame ou de qualquer outra atividade que resulte na avaliação de conhecimento por atribuição de notas, sem prejuízo da aplicação das demais sanções previstas neste Regimento.

 

É atribuída nota 0 (zero) ao aluno que deixar de se submeter a qualquer verificação oficial prevista, na data fixada pela Secretaria, e não requerer dentro do prazo deste Regimento, prova de 2ª. chamada;

 

É atribuída nota 0 (zero) ao aluno que deixar de se submeter à prova em 2º. chamada na data fixada pela secretaria;

 

Poderá ser concedida revisão das provas parciais ou do exame final mediante requerimento, dirigido ao Diretor Geral, no prazo de quarenta e oito horas, após a divulgação da respectiva nota.

 

O Professor responsável pela revisão da prova parcial ou do exame final, será o mesmo que atribuiu a nota podendo o Professor mantê-lo ou alterá-la devendo, sempre fundamentar sua decisão;

 

Não aceitando a decisão do Professor, o aluno, desde que em requerimento justifique, pode solicitar ao Diretor Geral da FACAM que submeta seu pedido de revisão à apreciação de dois outros Professores, do mesmo curso;

 

Se os Professores designados concordarem em alterar a nota, esta decisão é que prevalece, não havendo unanimidade, prevalece a nota atribuída pelo Professor da disciplina.

 

:: Matriz Curricular

Período

Disciplina

Carga Horária

Hora Semanal

Total

1

Teorias da Administração

4

80

Metodologia do Trabalho Científico

2

40

Complemento de Matemática para Administração

2

40

Tecnologia da Informação I

2

40

Elaboração de Textos Acadêmicos

4

80

Sociologia e Antropologia para Administração

4

80

Seminários em Administração

2

40

 

Total

20

400

2

Teoria das Organizações

4

80

Matemática para Administração

4

80

Teoria Microeconômica

2

40

Psicologia Organizacional

2

40

Contabilidade Geral

2

40

Estatística I

2

40

Filosofia e Ética Empresarial

2

40

Tecnologia da Informação II

2

40

 

Total

20

400

3

Administração de Custos

2

40

Pesquisa em Administração

2

40

Instituições do Direito Público e Privado

2

40

Estatística II

2

40

Ciência Política

4

80

Organização, Sistemas e Métodos

4

80

Introdução ao Marketing

4

40

Teoria e Análise Macroeconômica

2

40

 

Total

22

400

4

Gestão de Pessoas

4

80

Matemática Financeira

4

80

Responsabilidade Social nas Organizações

2

40

Gerência de Produtos Serviços e Mercados

4

80

Gestão Empreendedora e Plano de Negócios I

4

80

Contabilidade Gerencial

2

40

 

Total

20

400

5

Gestão Estratégica de Pessoas

4

80

Administração Financeira e Orçamento I

4

80

Gestão Empreendedora e Plano de Negócios II

4

80

Sistema de Informações Gerenciais

4

80

Economia Brasileira

2

40

Legislação Tributária

2

40

 

Total

20

400

6

Gestão da Produção, Logística e Operações

4

80

Gestão  Ambiental

2

40

Administração Financeira e Orçamento II

4

80

Gestão da Qualidade e Produtividade

4

80

Planejamento Estratégico e Empresarial

4

80

Gestão de Remuneração e Carreira

2

40

 

Total

20

400

 

 

7

 

 

 

Laboratório de Gestão Empresarial I

2

40

Mercado Financeiro de Captação e Commodities

2

40

Estágio Supervisionado I

8

150

Gestão de Materiais, Logística e Patrimônio

4

80

Direito Empresarial

4

40

TCC I

4

80

Gerência de Projetos

2

40

Gestão Estratégica de Negócios

2

40

 

Total

28

510

8

Estratégias Práticas de Comércio Exterior

2

40

Laboratório de Gestão Empresarial II

2

40

Estágio Supervisionado II

8

150

Comportamento Organizacional

2

40

Libras

2

40

TCC II

-

20

 

Total

16

330

 

Atividades Complementares para a Formação Profissional

-

200

 

Total Geral

166

3.440

 

Estágio Supervisionado encontros semanais de orientação – 2 horas-aula

Copyright 2013 - FACAM-MA - Faculdade do Maranhão
Rua 38, Lotes 03 Bequimão - São Luís - MA CEP: 65062-340
Fones: (98) 3227-1238 / 3227-8916