Turismo

 

 

 

 

 

 

Profª. Luiz Antônio Pinheiro

Formação Acadêmica: Especialista em Planejamento Estratégico do Turismo - USP-SP

 

 

 

 

 

 

 

:: Descrição do curso

 

AUTORIZAÇÃO CONCEDIDA PELO MEC: Portaria Ministerial nº 2112/05.08.03 DOU 06/08/03.

No mundo hoje em que as identidades territoriais, culturais, econômicas e pessoais se confundem, o TURISMO e um dos caminhos da valorização dos seus bens e patrimônios. 
E é por isso que no século XXI o Turismo é o setor que buscará os resgates individuais e coletivos que poderá se efetivar de forma a contribuir com os interesses monetários e financeiros, força motriz do início do milênio.

Entender o Turismo como um fenômeno humano e espacial, cujas conseqüências através da Atividade Turística instituída resultarão em efeitos econômicos e sociais profundos, é uma condição essencial para nele inferir, atuar e decidir.

Paradoxo que abate a compreensão de qualquer observador é verificar que o Brasil tem riquezas naturais e culturais indiscutíveis e diferenciadas, é a 10ª economia do mundo, convive com equilíbrio político e social e, no entanto, não consegue se posicionar firmemente no mercado turístico internacional e não estabelece o seu mercado nacional, a par de ser o Turismo, o setor de maior alcance social e econômico para um país e suas localidades.

A Política Nacional do Turismo do Brasil vem, há quase uma década, buscando acompanhar a tendência atual que é o gerenciamento dos destinos. Isso é novo em todo o mundo e exige a formulação de uma estratégia de desenvolvimento do setor, que deve ser planejado para determinar prioridades e locação de recursos, dentro das reais condições locais.

É inegável a possibilidade brasileira de desenvolver o seu Turismo, os dados indicam essa tendência, mas estas não se realizarão sem foco, sem qualidade, sem padrões.

Para o Turismo, infra-estrutura e qualidade de serviços representam condição de desenvolvimento. Mas ainda, que hajam investimentos públicos e privados em empreendimentos e estruturas, fundamentalmente superando a deficiência do nível de qualificação daqueles que atuam no setor. É essencial formar uma “cultura do Turismo”, de bem receber, de bem tratar, de bem atender as pessoas que, por acaso, são turistas.

Na verdade impõe-se o conceito da hospitalidade, que deve ir além do calor humano e abrange um conjunto de competência, serviços, etc.

Para tanto é condição atuar sobre dois importantes fatores: na carência de pessoas capacitadas para prestar serviços com qualidade e na carência da sociedade de conscientização sobre a importância do turismo.

Para o Estado do Maranhão o Curso de Turismo da Faculdade do Maranhão virá a atender um mercado notoriamente com potencial em ecoturismo, um segmento que mais tem se destacado globalmente e carente de recursos humanos.

 

:: Missão / Finalidade

 

A formação de profissionais ética e intelectualmente conscientes das realidades, com compreensão plena do Fenômeno Turístico e domínio técnico-operacional para conduzir a Atividade Turística é, no entender da FACAM-MA, o grande elo de ligação entre os inúmeros aspectos que compõem a análise do cenário turístico.

Situados numa região brasileira das mais propícias ao desenvolvimento do Turismo ecológico, conforme indicativos das pesquisas oficiais da EMBRATUR, com potencial nos mercados nacional e internacional, ávidos por novos destinos e produtos, estabelece-se um papel fundamental para o Curso proposto: a de investigar e incutir a cultura do turismo, reconhecendo os potenciais ambientais e histórico-culturais, abrangendo localidades, agregando suas identidades e as fortalecendo para fazer frente aos desafios dessa valorização no mercado de Turismo.

Ao estabelecer uma formação ampla e de caráter geral e integrador, com enfoque histórico e âmbito de análise com ambiência bio-psico-social, contextualizados no espaço físico-geográfico de ação do futuro profissional , o Curso tem por missão ”motivar e trabalhar” o indivíduo na sua consciência social e coletiva, comprometido com o constante desenvolvimento pessoal e profissional.

 

:: Objetivos

 

O curso apresentado objetiva formar profissionais preparados para:

- Sensibilizar o indivíduo que, buscando o Curso de Turismo, insira-se primeiramente na compreensão do fenômeno que gera as motivações e atrações de deslocamentos e fluxos humanos;

- Compreender a construção do processo que institui a Atividade que, estruturada e infra-estruturada, concretizará o Setor e efetivará seus aspectos positivos e negativos;

- Dominar os elementos metodológicos e técnicos que fundamentam esse campo do conhecimento, para ter condições de operacionalizar e gerir as funções inerentes a sua profissão e, preparado para definir medidas e tomar decisões, assumindo riscos;

- Desenvolver habilidades pessoais de um futuro profissional, dando-lhe competência para desempenho técnico e criatividade.

 

:: Metodologia

 

Em função do perfil que se traçou para o egresso do Curso, pretende-se uma metodologia global em que os conhecimentos teóricos tenham uma conexão imediata com a prática. Além do estágio supervisionado, previsto em lei, far-se-á com que o alunado tenha freqüentes contatos com as realidades que possam servir em suas estruturas e hábitos de campo de aprendizagem pela sua formulação ou práticas turísticas.

É indispensável a discussão com profissionais engajados com a realidade cotidiana. Para tanto, realizar-se-ão visitas técnicas, organizar-se-ão seminários, simpósios, e debates com representantes de todos os segmentos da profissão e um intercâmbio permanente com municípios turísticos, órgãos de classe, tais como Associações, Conselhos Regionais e Sindicatos. Será salutar contatos que permitam reflexão e uma análise de qualidade, onde se possa receber proposições e sugestões para realização e uma prática de ensino que atendam às expectativas do alunado e da sociedade.

 

:: Matriz curricular

 

Período Disciplinas Carga Horária Pré-Requisitos
Teoria Geral do Turismo
72
-
Metodologia Científica
36
-
Lazer e Animação Turística
72
-
Sociologia do Turismo
72
-
Geografia do Espaço Turístico
72
-
Língua Portuguesa Instrumental
36
-
Atividades Complementares
40
-
Total
 
400
 
Estudos Sistêmicos do Turismo
72
-
Metodologia do Trabalho Científico
36
-
Meio Ambiente e Turismo
72
-
Transportes
72
-
História do Brasil
72
-
Antropologia Cultural
36
-
Atividades Complementares
40
-
Total
 
400
 
Patrimônio Histórico Cultural
72
-
Mercado de Agências e Turismo
72
-
Economia do Turismo
72
-
Eventos
72
-
Teoria do Ecoturismo
72
-
Atividades Complementares
40
-
Total
 
400
 
Estatística Aplicada ao Turismo
72
-
Tecnologia da Informação em Turismo
72
-
Métodos e Técnicas de Pesquisa em Turismo
72
-
Práticas em Ecoturismo
72
-
Língua Espanhola I
72
-
Atividades Complementares
40
-
Total
 
400
 
Alimentos e Bebidas
72
-
Administração Aplicada ao Turismo
36
-
Filosofia e Ética Profissional
36
-
Planejamento e Organização do Turismo I
72
-
Hospitalidade
72
 
Língua Espanhola II
72
Língua Espanhola I
Atividades Complementares
40
-
Total
 
400
 
Projetos Turísticos
72
-
Contabilidade Aplicada ao Turismo
36
-
Direito do Turismo
36
-
Administração Mercadológica
72
-
Língua Inglesa I
72
 
Planejamento e Organização do Turismo II
72
Planejamento e Organização do Turismo I
Total
 
360
 
Marketing Turístico
72
-
Psicologia do Turismo
36
-
Língua Inglesa II
72
Língua Inglesa I
Relações Internacionais e Turismo
72
-
Projetos Ecoturísticos
36
-
Trabalho de Conclusão de Curso I
36
-
Gestão Pública do Turismo
36
-
Estágio Supervisionado
308
-
Total
 
668
 
Tópicos Avançados em Ecoturismo
36
-
Gestão de Empreendimentos Turísticos
72
-
Mercados Turísticos Mundiais
72
-
Seminários Livres
36
-
Trabalho de Conclusão de Curso II
-
-
Total
 
216
 
Total Geral
 
3.276
 

 

 

Copyright 2013 - FACAM-MA - Faculdade do Maranhão
Rua 38, Lotes 03 Bequimão - São Luís - MA CEP: 65062-340
Fones: (98) 3227-1238 / 3227-8916